Restituição de IR antecipada | Assessor-Bordin Contabilidade Gerencial

Desde 1983


+55 11 3526-7346


Destaques da Assessor-Bordin

Restituição de IR antecipada através de empréstimo em Banco

Nos últimos anos, os bancos têm oferecido uma linha de crédito especial para pessoas físicas que está atrelada à restituição do imposto de renda.

Num primeiro momento, as pessoas que estão endividadas vêem nessa alternativa uma solução para sair do Déficit de Caixa (vermelho) ou até limpar o nome (sair do Registro do Serasa).

Será que é vantagem antecipar a restituição através de empréstimo no banco?

O empréstimo somente vale a pena quando o contribuinte:

a) Preenche a declaração de imposto de renda sem nenhum erro, prevendo assim que sua restituição esteja nos primeiros lotes.

Não adianta fazer a entrega nos primeiros dias de março e não tomar todo o cuidado na hora do preenchimento ou usar truques para aumentar a restituição. Vai cair na malha fina e ai o planejamento financeiro vai por água abaixo.

b) Contrata um empréstimo com juros menor do que os juros que corrigem a restituição

Dessa maneira, ainda que demore a restituição, o valor recebido será maior do que o valor do empréstimo que você tomou. Opção pouco provável nos dias de hoje.

c) Contrata um empréstimo com juros menores do que a dívida que ela pretende quitar (cartão de crédito, cheque especial)

Nesse caso, ainda que a restituição demore, terá valido a pena pois a estratégia adotada faz com que a pessoa troque a taxa de juros original da dívida por uma mais vantajosa.

Por isso, para evitar surpresas desagradáveis, recomenda-se muita atenção na hora de preencher a declaração de imposto de renda, principalmente para os contribuintes que optarem pela contratação de empréstimo junto a Bancos atrelados a Restituição do Imposto de Renda, caso contrário o contribuinte pode se deparar com:

1.Necessidade de renovação do empréstimo onerando com juros adicionais a operação até a liberação da restituição;

2. Arcar com um custo financeiro do empréstimo superior ao planejado.

Desta forma, o custo/benefício da opção pela antecipação do IR através de tomada de empréstimo junto a Banco, pode ficar prejudicado nos casos dos contribuintes que ficarem retidos na malha fina, com a liberação da restituição suspensa até que possa atender as exigências fiscais impostas pelo fisco para o processamento final da declaração.

Estamos à disposição para eventuais esclarecimentos necessários.

Atenciosamente,

Antonio Carlos Bordin

Clovis Rodrigues de Abreu



© Copyright 2001-2014 Assessor-Bordin - Assessoria Contábil e Contabilidade Gerencial.
Todos os direitos reservados.